Notícias gerais › 23/10/2015

50ª Assembleia Regional: A atuação dos leigos como voz da Igreja na sociedade

Ronaldo José, palestrante do segundo dia.

Ronaldo José, palestrante do segundo dia.

O Protagonismo leigo foi o tema central das discussões neste segundo dia da 50ª Assembleia Pastoral do Regional Nordeste 2.  O casal Ronaldo José e Alessandra, formador e fundadora da comunidade Remidos no Senhor (Campina Grande), foram os responsáveis pelo estudo na parte da manhã.  Eles refletiram acerca do documento 107 da CNBB e apresentaram testemunho sobre os desafios da missão laical na Igreja. Discussões em grupo, testemunhos de leigos que atuam em várias frentes da sociedade e um filme sobre o Concílio Vaticano II completaram a programação do dia.

“Procurei trazer algumas provocações, pontos de reflexão sobretudo com relação às mudanças estruturais que precisamos fazer na Igreja para que, efetivamente, aconteça um protagonismo laical e isso não seja só um discurso consensual”, pontuou Ronaldo José. Apresentando um testemunho de vida, Alessandra falou sobre conversão pessoal e pastoral. “Eu trouxe uma reflexão a respeito da necessidade de mudança do coração. Pra que possamos mudar o jeito de fazer as coisas, precisamos mudar, primeiro, o que há dentro e nós. Não adianta a gente querer inovar, querer mudar, trazer nova coisas se a nossa vida não passa por uma experiência concreta com esse Deus que é quem realmente faz novas todas as coisas”, refletiu.

Após a apresentação de Ronaldo e Alessandra, os presentes foram divididos em grupos, onde discutiram as realidades diocesanas e os desafios encontrados para que haja um protagonismo dos leigos na missão da Igreja. Leigos que atuam na política, em grupos de apoio e na Cáritas deram testemunhos da presença da Igreja através da ação laical. Josenildo Sinésio, da arquidiocese de Olinda e Recife, ex-vereador, falou sobre sua ação na política. “Eu trouxe para a assembleia um pouco das minhas ações, dos meus desafios e das minhas frustrações enquanto cristão católico atuando na política de Recife. Toda minha vocação para a política nasceu dentro da Igreja, nas atividades pastorais, nos movimentos… inclusive minha primeira candidatura nasceu numa reflexão na paróquia onde eu atuava. Então não poderia ser diferente: quando fui conduzido à Câmara municipal, eu não deixei minha vida missionária, minha vida de pregações nos movimentos, nas paróquias e nas dioceses onde já fui convidado”, relatou.

DSC_1031

Participantes da 50ª Assembleia Pastoral do Regional Nordeste 2.

À noite, todos assistiram ao filme Concílio Vaticano II, quando dom Bernardino (Caruaru) contextualizou e fez comentários a cerca do evento que transformou a Igreja há 50 anos. Dom Bernardino lembrou que o Regional Nordeste 2 (assim como o Nordeste 1 e 3) são frutos do Concílio, que desmembrou o Secretariado Nordeste, que englobava todos os estados da região.

A Assembleia segue até o próximo sábado, dia 24. Nesta sexta, dia 23, haverá a Memória das 50 Assembleias do Regional e a Missa em Ação de Graças na Catedral de Campina Grande.

Informações e fotos: Márcia Marques/Pascom Ne2

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.