Notícias da Diocese › 02/10/2018

Evento contou com a presença do coordenador nacional do movimento no Brasil

No último domingo, 30 de setembro, encerramento do mês da bíblia e memória litúrgica de São Jerônimo, padre responsável pela tradução dos manuscritos sagrados para o latim no início do cristianismo, aconteceu na cidade de Salgueiro, na quadra da Escola Carlos Pena Filho, o Encontro Diocesano do Apostolado da Oração, com o tema “Vinde a Luz”, reunindo todas as paróquias e áreas pastorais que tem o Apostolado da Oração. O coordenador nacional do Apostolado da Oração,  Padre Eliomar, convidado especial, palestrou no evento que lotou o espaço onde estava sendo realizado. Como o apostolado tem espiritualidade orante, meditativa, foi realizado um momento intenso de oração e adoração diante do Santíssimo Sacramento exposto. Ao final, Dom Magnus, bispo de Salgueiro, presidiu a celebração da Santa Missa, na qual agradeceu o trabalho dos homens, mulheres e jovens dedicados a promoção do evangelho e a santificação pessoal, características fundamentais do movimento.

O Apostolado da Oração teve origem num colégio da Companhia de Jesus (de padres jesuítas), em Vals, na França, no dia 03 de dezembro de 1844, Festa de São Francisco Xavier. O primeiro núcleo do Apostolado de Oração no Brasil foi fundado pelo Padre Bento Schembi no dia 30 de junho de 1867, no Recife (PE), na Igreja de Santa Cruz, ficando restrito à localidade, não contribuindo para a difusão do movimento no país. O padre Bartolomeu Taddei fundou em Itu (SP) um núcleo do Apostolado de Oração em 1º de outubro de 1871, fundando outros centros em nível diocesano e nacional. Por este motivo, o Padre Taddei é considerado o fundador e propagador do movimento no Brasil.

Os membros do Apostolado da Oração, seguindo um programa rigoroso e profundo de vida espiritual, estão capacitados para cooperar ativamente na espiritualidade da paróquia, num trabalho de conjunto com outras Pastorais e Movimentos, promovendo: Horas Santas(incentivo principalmente ás visitas ao Santíssimo Sacramento); Participação ativa na Missa; Consagração das Famílias ao Sagrado Coração de Jesus, anualmente; Entronização da Imagem ou quadro do Sagrado Coração de Jesus nos lares; novenas; terços em família; vias-sacras e todas as iniciativas que ajudem a comunidade a orar.

Por: PASCOM – Diocese de Salgueiro

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.